5 de janeiro de 2010

Como Validar Windows XP Pirata

No primeiro post desse blog, eu ensinei a validar uma cópia pirata do win xp. Desde aquele post, outros métodos foram descobertos e explorados, mas com as atualizações feitas pela Microsoft, certas dificuldades foram encontradas. Veremos passo a passo e sem download de nenhum programa como resolver o problema da estrelinha azul que insiste em dizer que você pode ter sido vítima de falsificação de software.

Vale lembrar que este método é muito parecido com o utilizado no 1o post do blog, mudando a chave e eliminando a necessidade de baixar/instalar qualquer programa.O procedimento é simples e basta seguir à risca as instruções abaixo:
1- Vá em Iniciar > Executar (ou simplesmente aperte a tecla F5 na área de trabalho) e digite REGEDIT na caixa de texto. Pressione o botão Ok ou Enter no teclado.
Nota: Se você nunca mexeu no Regedit (editor de registro), é aqui que são armazenadas praticamente todas as configurações de quase todos os programas instalados no computador. É necessário, portanto tomar cuidado, pois caso você altere algum valor que não deveria, seu computador pode ser danificado. No entanto, se você seguir à risca as instruções, não há com oque se preocupar.
2- No Editor de Registro, navegue pelas chaves (vá clicando no símbolo de + que aparece ao lado das pastas): HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Microsoft\WindowsNT\CurrentVersion\WPAEvents
3- Na parte direita da tela, clique 2 vezes para abrir o valor OOBETimer. Apague qualquer coisa desse valor, clique em OK e feche o Editor de Registro.
4- Novamente, acesse Iniciar > Executar (F5) e dessa vez digite:
%systemroot%\system32\oobe\msoobe.exe /a
(Caso você não tenha a pasta OOBE no seu computador, siga as instruções ao final do post.)
5- Na tela que aparece, escolha a opção "Sim, desejo telefonar..." e na próxima tela, clique em "Alterar chave de produto" e use a seguinte cd-key:
THMPV-77D6F-94376-8HGKG-VRDRQ
Importante: essa cd-key só funciona para o Brasil. Não testei em nenhuma versão americana/em inglês do Windows XP.
6- Termine o processo clicando em Atualizar, e depois em "Lembrar Mais Tarde".
Neste momento, no meu computador, a estrela azul já havia sumido, e os avisos sobre falsificação/pirataria de software também. No entanto, isso não acontece em todos os computadores. Acontecendo ou não, reinicie o computador.
7- Quando o computador reiniciar, volte ao Iniciar>Executar (F5) e execute novamente o MSOBEE ( %systemroot%\system32\oobe\msoobe.exe /a ).
Uma mensagem aparecerá, dizendo que o Windows já foi ativado.

Seu windows agora receberá todas as atualizações, incluindo Windows Media Player 11 (WMP11) e Internet Explorer 8 (IE8).

Em algumas instalações feitas à partir de CDs piratas do Windows, pode acontecer de não existir a pasta OOBE. Neste caso, você pode baixá-la via Easy Share.

Leia Mais…

30 de junho de 2009

Abrir arquivos .PDF online

Os arquivos .PDF são muito populares na Internet, principalmente pela sua confiabilidade. Arquivos PDF não podem ser editados como no Word, e scanners e mesas digitalizadoras geralmente utilizam o formato PDF para seus arquivos.
No entanto, nem só de rosas vive o PDF. O formato é propriedade da Adobe (mesma empresa do Photoshop e do Flash), que desenvolve o Adobe Reader para visualização dos arquivos pdf. O problema é que, além do programa ser pesado, nem sempre temos ele à disposição. Nos computadores de escola, trabalho, lan houses e etc., nem sempre temos permissão para instalar o Adobe Reader.

Neste caso, podemos usar o PDF ESCAPE(www.pdfescape.com) para abrir os arquivos. É um site totalmente gratuíto, no qual você escolhe se quer informar o endereço do arquivo, ou enviá-lo à partir do site. Para usar, clique em "start using unregistred" (1ª opção) e depois "open a file from your computer" (1ª opção denovo), envie o arquivo para o site e o PDF irá se abrir na sua tela.

Leia Mais…

23 de junho de 2009

Como ativar a instalação do Office 2007 Enterprise

O novo Office tem um recurso de "ativação" da instalação que pode atrapalhar a vida de quem está usando uma versão pirata do produto. Após colocar a chave, o Office pede para você ativá-la através do telefone ou da internet. Algumas poucas instalações encontradas na internet, bem como algumas vendidas nos camelôs, já vêm automaticamente ativadas. Se você não prestou atenção neste detalhe an hora de baixar/comprar o Office 2007 Enterprise pirata, não é necessário baixar ou comprar outro. Abaixo você encontrará os passos para ativar a sua chave pirata.

Você vai precisar do OGA CHECK CONTROL. Esse tipo de arquivo é deletado constantemente dos servidores de hospedagem, então se o link estiver quebrado, você pode deixar um comentário ou encontrar um novo arquivo procurando por "OGA CHECK CONTROL" (com aspas) no Google.
Este é um arquivo com extensão .dll (ogacheckcontrol.dll) que deve ser extraído e copiado para a pasta \WINDOWS\SYSTEM32\ (para Windows 32 bits) ou \Windows\SysWOW64\ (para Windows 64 bits). Detalhe que no Vista, se você tentar extrair direto para a pasta, ele vai bloquear a operação. Você vai ter que extrair pra uma outra pasta e depois copiar pra pasta correta.

Depois disso, entre no Registro do Windows (até o XP: Iniciar -> Executar -> Regedit, ou no Vista: Windows -> Regedit no campo "pesquisa"), e navegue até a chave HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Microsoft\Office\12.0\Registration\
{90120000-0030-0000-0000-0000000FF1CE}


Encontre o valor DIGITALPRODUCTID e apague-o. Feche o Registro do Windows.
Se você ainda não tiver um gerador de chaves de registro (keygen), baixe aqui via torrent, abra o programa e clique em "Search" pra gerar uma chave. Abra o Word e ele vai pedir a chave. Copie e cole a chave gerada, e seu Office deve funcionar perfeitamente.

Leia Mais…

16 de junho de 2009

Como trocar o nome do registro do Windows XP sem formatar

Como já falamos aqui antes, o Windows XP continua sendo o sistema mais usado do mundo, e por isso as dicas pra ele ainda são muito procuradas na internet. Uma dica muito útil, é trocar o nome para quem o Windows foi registrado sem precisar formatar o computador. A resposta para esse problema é muito simples:

Primeiramente, abra o Registro do Windows, acessando o Menu Iniciar>Executar (ou Start>Run em inglês) e digitando REGEDIT. Dentro do editor, navegue até a seguinte chave: HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Microsoft\Windows NT\CurrentVersion
e então procure pelos valores RegisteredOrganization e RegisteredOwner, que representam o Nome da organização e Nome do Proprietário, respectivamente. Altere os valores clicando duas vezes sobre eles, feche o editor do registro e reinicie o computador. Abra as informações do sistema (Botão direito sobre Meu computador> Propriedades) e verifique se os valores foram alterados corretamente.

Leia Mais…

31 de maio de 2009

Como remover riscos de monitores/telas LCD

Depois do último post sobre como resolver problemas com stuck/dead pixels em LCDs, percebí uma grande quantidade de pessoas que chegavam ao blog procurando outra coisa: como remover riscos de displays LCDs. Eu mesmo tenho (tinha) um risco na tela do meu monitor, risco ao qual eu nunca havia dado muita importância, por ser pequeno e não atrapalhar muito. Procurando na internet, testei alguns métodos caseiros e pulei outros, de acordo com os relatos encontrados.


O primeiro usa pasta de dente para disfarçar os riscos. Usei pasta e cotonetes para espalhar, depois retirei a pasta com um pano úmido quase seco. No meu caso, o risco ficou bem menos aparente. Disfarçou muito bem, mas procurando ainda dava pra ver. Sinceramente, eu poderia ter parado por aqui, pois o resultado já tinha me deixado bastante satisfeito. Na internet os relatos dizem que se os riscos forem pequenos, só com a pasta de dentes já resolve. O risco no meu monitor tinha cerca de 1cm, e já resolveu bem.

Depois da pasta, testei a borracha escolar. Na internet ouví dizer que os resultados variavam de acordo com o tipo da borracha. Testei uma Faber Castel e uma Mercury brancas, e uma outra borracha sem marca verde. Esfreguei a borracha no monitor (mas confesso que não usei muita força, pois fiquei com medo de acabar de vez com o LCD). Com nenhuma das três conseguí resultado algum.

Restavam para mim 3 tentativas: usar vaselina, Displex (um produto específico) ou banana.

Vou explicar porque eu seguí em frente com a vaselina (ui!) e parei por aí com os testes: Eu lí sobre o Displex em um fórum. Parece que ele realmente tira o risco, mas também tira a camada anti-reflexiva do monitor. Pra mim que tinha um risco muito pouco aparente depois da pasta, não compensava. Se você tiver desesperado e o risco realmente incomodar, você pode tentar.. Acho que essa realmente seria a última solução, e antes disso você pode tentar esfregar uma banana no LCD, igual ao que é feito com um CD neste vídeo do YouTube. Não usei banana por achar mesmo que ficaria nojento, e que depois me daria mais trabalho tirar os restos (e o cheiro) da banana do que o próprio risco. Além disso, duvidei que funcionasse mesmo.

Então, fui à uma farmácia, encarei as risadinhas maldosas do farmacêutico, da caixa e dos outros clientes, e comprei vaselina. Coloquei uma gota sobre o risco e espalhei bem leve com um cotonete. Depois disso, não conseguí mais achar o risco. Sumiu completamente. Na internet procurei um pouco mais, e mesmo os casos mais graves relatam que tiveram resultados excelentes com a vaselina. Por isso, se nem mesmo ela funcionar, aí sim eu indicaria tentar o Displex. Não sem antes consultar o preço de um polimento profissional e por na balança. O Displex fica em torno de R$30,00 + frete no Mercado Livre, mas eu não conseguí achar um lugar na minha cidade que polisse LCDs.

Em tempo, existe uma teoria na internet que explica os resultados da vaselina. Teoricamente, funcionaria porque "a densidade óptica da vaselina se aproxima mais da tela LCD doque da densidade óptica do ar", seja lá oque isso significar.

Por favor, aqueles que tentarem essas dicas, postem os resultados para que outros também possam saber se funcionou.

Leia Mais…

30 de maio de 2009

Como recuperar dead pixels em monitores de LCD

Com a difusão do uso dos monitores LCD, muitas pessoas foram "presenteadas" com monitores que possuem pequenas imperfeições, chamadas "dead pixels" ou "stuck pixels", que na grande maioria das vezes, não permite a troca do produto usando a garantia. Entenda melhor oque são e como resolver o problema dos dead (ou stuck) pixels abaixo:

Os monitores de lcd funcionam formando a tela com vários pontos, os quais possuem 3 cores: azul, vermelho e verde. À partir da combinação dessas 3 cores, o monitor produz todas as outras. Quando um pixel "morre" (dead pixel), ele deixa de funcionar, fcando sempre desligado, e quando ele "fica preso" (stuck pixel), uma cor ficará sempre fixa naquele ponto.

É importante esclarecermos que, se você adquiriu um dispositivo que possui tela/monitor LCD que não possui nenhum dead pixel, pode ficar tranquilo, pois eles são defeitos ocorridos na fabricação, sendo que o uso da tela não acarretará em pixel defeituosos.

As empresas dizem que essas imperfeições são resultado de um sistema fabril ainda falho, e por isso, limitam as trocas a aparelhos com mais de 4 pixels defeituosos.
Se você tem problemas com pixels defeituosos em seu monitor LCD, podemos tentar "revivê-los", usando métodos encontrados nos fóruns da internet. Lembre-se que você estará fazendo os procedimentos sob sua conta e risco.

Leia todos os métodos antes de começar, e assim você poderá escolher aquele que lhe parece mais seguro/adequado.

Concertando stuck pixels por software

Alguns softwares tentam reanimar o pixel preso, forçando-o a alternar várias vezes a cor a ser exibida, até que uma das cores o desprenda. Há alguns softwares gratuitos que podem ser utilizados:

JScreenFix: Roda direto do navegador. Faz os pixels ligarem e desligarem até 60 vezes por segundo.

DPT 2,20 - Um aplicativo que localiza pixels mortos ou presos. Tem também um exercitador de stuck pixels.

UDPixel 2,1 – Localiza e tenta resolver os pixels presos.

LCD Scrub – Produz padrões de cores e pisca a tela para tentar corrigir o pixel. É originalmente um protetor de tela para MACs.

Se isto não funcionar, passe para os próximos passos:

Liberando pixels presos com pressão

É uma tentativa de, fisicamente espalhar o cristal líquido do pixel. Cuidado para não riscar a tela ou danificar os pixels "vizinhos" ao defeituoso.

Desligue o monitor e ponha um pano úmido e macio sobre o pixel defeituoso. Use um instrumento pontiagudo para fazer pressão no pixel problemático. Sugiro que use uma caneta de PDA, ou se não for possível, a ponta de um lápis/caneta convencional. Enquanto faz pressão, ligue o monitor. O pixel deve estar funcionando normalmente.

Mas se o filho da mãe ainda assim teimar em não funcionar, ainda há salvação:

Método de troca

Semelhante à tentativa anterior. Agora, com o monitor ligado, crie uma imagem totalmente preta e outra totalmente branca. Abra a imagem preta em tela cheia, para que a tela fique totalmente preta (não desligar o monitor). Com um dos instrumentos citados acima, faça pressão sobre o pixel defeituoso, sem utilizar o pano (objeto direto na tela). Faça pressão até aparecerem manchas brancas em volta do ponto de contato do objeto com a tela, e então troque pela imagem totalmente branca. Retire o objeto e verifique se o pixel voltou a funcionar.

Se nenhum dos métodos acima funcionou, infelizmente você terá que aprender a conviver com o pixel teimoso. Se você não entendeu bem os processos ou não se sente confiante,
pode procurar pelas palavras "fix stuck pixels" no YouTube e verificar os vários vídeos disponíveis.

Leia Mais…

14 de maio de 2009

Como invadir MSN, Orkut, email e etc.

Primeiro é preciso fazer a seguinte pergunta: Aonde a senha está disponível? A resposta é óbvia: no servidor e na cabeça do usuário. Como você não vai conseguir invadir os servidores do Google ou da Microsoft para conseguir as senhas, é melhor partirmos para o lado mais fraco: o dono da senha. Abaixo, listaremos alguns métodos que podem ser usados para se obter a senha.

Engenharia Social
De longe, é o método mais eficiente, e se combinado com outros métodos aqui expostos pode ser muito mais eficaz. A engenharia social é a "arte" de fazer a vítima passar a senha sem perceber, seja explicitamente, ou fornecendo dados relevantes. Exemplo: Você liga para a pessoa e se identifica como técnico do Speedy ou da NET (note que aqui você já deveria ter levantado a informação de qual provedor ela usa), fazendo recadastramento de emails. Confirma algumas informações como endereço (lista telefônica), RG (concursos/vestibulares com listas divulgadas na internet) e data de nascimento (orkut) e pede pra vítima o endereço e senha do email dela.

Outro exemplo, seriam as páginas de "esqueci minha senha", onde você indica um e-mail(o seu), confirma alguns dados (geralmente data de nascimento) e recebe uma nova senha por email.

Há também a possibilidade de se obter senhas por trojans ou keyloggers. A palavra trojan vem de trojan-horse (cavalo-de-troia), em referência ao famoso presente grego. Trata-se de esconder um código malicioso em um programa que apresenta alguma funcionalidade. Keyloggers por sua vez, são programas que após instalados, gravam tudo que é digitado no computador, e podem ser programados para mandar os relatórios por FTP ou email.

Outra técnica muito menos eficiente, mas que pode funcionar em casos específicos, é o brute force ou força bruta. Consiste, basicamente, em tentar todas as possibilidades imagináveis de senha. Geralmente feito através de um programa, subdivide-se em outras duas possibilidaes: pode ser feito por método de dicionário ou brute force própriamente dito. O método de dicionário consiste em criar um arquivo (dicionário) com o maior número de palavras possíveis (pode-se encontrar dicionários prontos na internet) e tentar todas elas. O brute force própriamente dito tenta todas as possibilidades de combinações de letras e números, desde aaaa (pensando numa senha de 4 caracteres) até zzzz, passando por abaa, aaba, aaab, baaa, e assim por diante. Teoricamente, um dia você descobrirá a senha. O problema é que isso pode levar muito tempo, e muitos sites têm proteção contra brute force. Por exemplo, após 3 tentativas de senha errada, seu IP fica bloqueado por 15 minutos. Dentre os programas existentes, certamente o mais usado e conhecido se chama Brutus.

Por último, uma técnica bastante utilizada por aqueles que têm mais conhecimento de informática: sniffers. Sniffers são programas que captam todo o tráfego da rede. Com eles é possível intercepdar dados enviados/recebidos pelo usuário, bem como saber quais sites ele está acessando e até suas conversas pelo MSN.

No começo do post, falei que combinar a engenharia social com outras técnicas era o método mais eficiênte de se descobrir uma senha. Explico: se você sabe que a vítima não fala inglês, por exemplo, não precisa usar o brute force com um dicionário nesse idioma. Outro exemplo: se você sabe que a pessoa gosta de jogos de computador, você pode mandar um jogo com um keylogger escondido e dizer "olha esse jogo que bacana!!". Ou, se a pessoa gosta de "brincar de hacker", você pode enviar a ela um um método de invasão de email que você acaba de criar, e consiste em, por exemplo: "enviar o email da pessoa que quer invadir, seguido de dois zeros no título da mensagem, e no corpo do texto digitar seu usuário e senha, separados por barra. Isso confunde o servidor que irá resetar a senha enviará a senha da vítima para você. Enderece para servico.reset.senha@hotmail.com".

Você também pode descobrir se a pessoa conecta o notebook dela em hotspots de wi-fi grátis (shoppings, aeroportos) e tentar usar um sniffer na rede.

Veja que, não se trata de nenhuma técnica mágica ou inovadora. O sucesso depende apenas de usar as técnicas certas. O tempo que isso pode levar depende da inteligência da vítima e da sua.

Leia Mais…

Anti-vírus online

Quer verificar um arquivo antes de enviar para um amigo ou disponiobilizar na internet? Não confia só no seu anti-vírus? Utilize o site Virus Total e faça uma varredura grátis usando mais de 40 ferramentas de detecção atualizadas a cada minuto. Veja abaixo os detalhes da ferramenta:

Mecanismos de detecção usados:

* AhnLab (V3)
* Antiy Labs (Antiy-AVL)
* Aladdin (eSafe)
* ALWIL (Avast! Antivirus)
* Authentium (Command Antivirus)
* AVG Technologies (AVG)
* Avira (AntiVir)
* Cat Computer Services (Quick Heal)
* ClamAV (ClamAV)
* Comodo (Comodo)
* CA Inc. (Vet)
* Doctor Web, Ltd. (DrWeb)
* Emsi Software GmbH (a-squared)
* Eset Software (ESET NOD32)
* Fortinet (Fortinet)
* FRISK Software (F-Prot)
* F-Secure (F-Secure)
* G DATA Software (GData)
* Hacksoft (The Hacker)
* Hauri (ViRobot)
* Ikarus Software (Ikarus)
* INCA Internet (nProtect)
* K7 Computing (K7AntiVirus)
* Kaspersky Lab (AVP)
* McAfee (VirusScan)
* Microsoft (Malware Protection)
* Norman (Norman Antivirus)
* Panda Security (Panda Platinum)
* PC Tools (PCTools)
* Prevx (Prevx1)
* Rising Antivirus (Rising)
* Secure Computing (SecureWeb)
* BitDefender GmbH (BitDefender)
* Sophos (SAV)
* Sunbelt Software (Antivirus)
* Symantec (Norton Antivirus)
* VirusBlokAda (VBA32)
* Trend Micro (TrendMicro)
* VirusBuster (VirusBuster)
* PEiD (PEiD)
* pefile (pefile)
* TrID (Marco Pontello)
* PDFiD (Didier Stevens)

Basta fazer upload do arquivo no site e aguardar pelo resultado. Se nenhuma dessas ferramentas detectou vírus, é muito improvável que o arquivo esteja realmente infectado.

Leia Mais…

12 de maio de 2009

Lista de Serviços do Google

Todo mundo hoje em dia usa o Google. Muita gente usa o Orkut, e um número cada vez maior acessa o YouTube. Isso sem falar de Gmail, Google Maps e etc.. Mas você já ouviu falar do Google Mars? Sabe pra que serve o Google Checkout? E que tal o SketchUp? Veja abaixo a lista completa de todos os serviços online oferecidos pelo Google, que na grande maioria das vezes é grátis para uso não-comercial:

Na maioria das vezes, basta adicionar ".br" ao fim do endereço para acessar a versão brasileira do site

Google AdSense - Muito conhecido pelos donos de sites e blogs, este é o serviço do Google que lhe permite exibir anúncios em seu site, pagando pelos clicks recebidos nos mesmos.

Google Adwords - O inverso do Google Adsense. Aqui, você contrata o Google para promover seu site/produto. Serviço pago.

Google Alerts - Você cria alertas para que seja enviado a você, e-mails notificando sobre novidades nas buscas feitas pelo Google.

Google Analytics - Ferramenta para donos de sites poderem analizar tráfego, com informações sobre a origem do visitante, quanto tempo ficou no site e muito mais.

Google Base - Mecanismo de busca em que você submete conteúdo online of offline e categoriza o mesmo para ser facilmente encontrados por outros usuários. Teoricamente, qualquer tipo de conteúdo pode ser cadastrado.

Google Blog Search - A mesma pesquisa do Google Web search, porém se restringe a buscar sobre o assunto apenas em blogs.

Google Bookmarks - Funciona como o Favoritos do browser, mas fica guardado online nos servidores do Google, para que você possa acessar em qualquer lugar.

Google Book Search - Serviço do Google que cataloga livros digitalizados, e faz pesquisa no conteúdo dos mesmos. No entanto, o livro não é disponibilizado integralmente. É oferecido ao usuário duas páginas anteriores e duas páginas posteriores à página com o termo procurado.

Blogger - Permite ao usuário criar blogs gratuitamente.

Google Calendar - Calendário/Agenda. Permite agendar compromissos (com opção de lembrete por e-mail), disponibilizar sua agenda para amigos, entre outras funções.

Google Catalogs - Disponibiliza catálogos para que pesquisas sejam feitas no mesmo. Para que exista o link da empresa que disponibilizou o catálogo no mesmo, ligando ao site para vendas, o serviço deve ser pago. Conforme pude apurar, o serviço deixou de existir em janeiro deste ano. (fonte)

Google Checkout - Pagamento eletrônico, similar ao PayPal. Interligado ao Google Product Search.

Google Code - Oartes de código-fonte abertos e disponibilizados para que programadores possam integrar seus produtos com os serviços do Google.

Google Desktop - Programa que permite buscas eficiêntes em seu computador.

Google Directory - pesquisa de sites divididos por categorias.

Google Docs - Basicamente, um pacote do Microsoft Office online. Visualiza e edita planilhas, textos, formulários e visualiza documentos no formato PDF.

Google Earth - Navegador próprio para o Google Maps. Com ele, você tem muito mais opções ao visualizar os mapas.

Google Finance - Parecido com o portal do Financial Times, ou Bloomberg. Cotações e notícias voltadas para a economia.

Google Labs - Laboratório onde apresentam os aplicativos/ferramentas/melhoramentos em que estão trabalhando.

Gmail - Email com várias funcionalidades extras. Filtros, POP3, pesquisa avançada e muito mais. Contas novas começam com aproximadamente 2.5GB de caixa postal, sendo que ela aumenta continuamente a cada segundo. Contas mais antigas, podem chegar a ter mais de 10GB de espaço.

Google Groups - Email de grupo. Cadastre o email de seus amigos e crie um e-mail genérico (ex: amigos@googlegroups.com). Assim, quando um mail for enviado para amigos@googlegroups.com, todos os cadastrados irão receber e poder responder a mensagem.

Google Image - Pesquise por imagens exibidas nas páginas indexadas pelo Google.

Google Toolbar - Barra de atalhos que adicionam funcionalidades ao navegador, permitindo, entre outras coisas, fazer pesquisas no Google direto pela barra de ferramentas do browser.

Google Tradutor - Pode ser usado para traduzir textos, páginas da web, ou como dicionário, além de outras funções de linguagem.

Google Maps - Veja a Terra através de imagens de satélites. Trace rotas, procure o caminho mais fácil, meça distâncias, entre outros.

Google Mobile - Google para telefones celulares, smartphones, PDAs e etc.

Google Moon - Semelhante ao Google Maps, mas com imagens da Lua. Inclui imagens do local de pouso da espaçonave Apollo. (alguém conseguiu achar a bandeira dos EUA?)

Google News - Portal de informação e notícias.

Google Notebook - Bloco de notas online. Descontinuado após o lançamento do Google Docs. Ainda assim, usuário que já tinham conta no serviço, podem continuar a usar.

Orkut - Rede social mais popular do Brasil. Conta com mais de 40 milhões de usuários, sendo mais de 70% da rede formada por brasileiros.

Google Pack - Pacote de programas úteis e gratuitos, como anti-virus, Google Desktop, reprodutores de vídeo e mais.

iGoogle - Página do Google personalizada conforme preferências e interesses do usuário.

Google Custom Search Engine - Mecânicas desenvolvidas para fazer pesquisas direcionadas a um tema ou em um site específico.

Álbum Web Picasa - Álbum de fotos online. Permite organizar e hospedar fotos e álbuns online.

Picasa - Programa de hospedagem e edição de imagens.

Google Reader - Leitor online de feeds RSS.

Google Scholar - Pesquisa direcionada para resultados acadêmicos. Muito útil para trabalhos escolares.

Google Sky - Semelhante ao Google Maps, mas com imagens do espaço. Visualize estrelas, planetas, constelações, buracos-negros e muito mais.

Histórico da Web - Guarde os sites visitados por você na internet, e acesse-os de qualquer lugar.

Google Sites - Hospedagem e criação de websites gratuítos.

SketchUp - Programa para criar objetos 3D.

Google Store - Loja online que vende produtos exclusivos do Google.

Google Talk - Instant messenger (programa de mensagens rápidas via web) extremamente leve e simples, que permite também ligações telefônicas pela internet de graça entre os usuários.

Google Transit - veja imagens reais de ruas pelo Google Maps (disponível nos EUA, Canadá, Japão, Taiwan, Áustria, França, Itália, Polônia, Portugal, Rússia, Suíça, Reino Unido e no Brasil existe em São Paulo e Belo Horizonte).

YouTube - Mais popular site de disponibilização e streaming de vídeo no mundo.

Google Videos - Semelhante ao YouTube, desenvolvido antes do Google comprá-lo. Funciona também semelhante ao Google Images, pois ele também procura nas páginas indexadas pelo Google.

Google Web Search - Pesquisa do Google pela internet.

FeedBurner - Cria e gerencia feeds RSS para websites e blogs.

Leia Mais…